quinta-feira, 25 de junho de 2009

..:: parabéns, myman! ::..


John Barrowman, Heaven (vídeo com Scott Gill, seu marido de longa data) [ao vivo + outras hipóteses para ouvir e ver com calma: What About Us, Your Song, Time After Time, Being Alive, I Am What I Am, Please Remember Me, Anything Goes, Proud of Your Boy, All Out Of Love]







À falta de vagar para colher as palavras certas das melhores ideias, para imaginar, pensar ou simplesmente poder exprimir-me capazmente, cito-me e cito Éluard e o Antigo Testamento. O motivo é óbvio: sublinhar o meu amor, e, porque hoje é o teu dia, dar-te aqui os meus parabéns.







Poema sobre as estrelas

conto-te as estrelas e
dizes-me que já as conheces todas
que o céu está limpo
mas o frio é intenso
acrescento: o ruído do silêncio e
emendas-me que é a coruja a furar a escuridão
quase incomoda o frio
um vento breve rumoreja nas oliveiras
mais nada se move
vá, vamos voltar para dentro
e ficar a imaginar o tamanho do caos?



Paulo || xxvi.xii.mmviii







Amo-te

Amo-te por todas as mulheres que não conheci
Amo-te por todos os tempos que não vivi
Pelo cheiro do mar largo e o cheiro do pão quente
Pela neve que derrete pelas primeiras flores
Pelos animais puros que o homem não assusta
Amo-te para amar
Amo-te por todas as mulheres que não amo

Quem me reflecte senão tu eu-mesmo vejo-me tão pouco
Sem ti não vejo mais que uma extensão deserta
Entre o outrora e hoje
Houve todos esses mortos que transpus na miséria
Não pude atravessar o muro do meu espelho
Tive de aprender a vida palavra a palavra
Como quem esquece

Amo-te pela tua sabedoria que não é a minha
Pela saúde
Amo-te contra tudo o que é apenas ilusão
Por esse coração imortal que não detenho
Acreditas ser a dúvida e és apenas a razão
És o grande sol que me sobe à cabeça
Quando estou seguro de mim.


Paul Éluard »» Poemas de Amor e de Liberdade »» selecção de Jacques Gaucheron e os seus amigos, tradução de Egito Gonçalves »» Porto »» Campo das Letras »» 2000 »» p. 35







Mas Rute respondeu:
«Não insistas para que te deixe,
pois onde tu fores, eu irei contigo
e onde pernoitares, aí ficarei;
o teu povo será o meu povo
e o teu Deus será o meu Deus.
Onde morreres,
também quero morrer
e ali serei sepultada.
Que o Senhor me trate com rigor
e ainda o acrescente,
se até mesmo a morte
me separar de ti.»


Bíblia Sagrada »» in Rute, 1, 16-17 »» Difusora Bíblica »» p. 379

17 comentários:

  1. Belíssimo....sem palavras!
    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Embora o poema de Éluard seja magnífico, fica aquém da subjectividade do teu; e gostei da citação bíblica, para mostrar como o amor ali está presente...

    E ao menino Zézinho, uma salva de palmas!!!!!

    Abraços.

    ResponderEliminar
  3. Lindo este post. Mas outra coisa não era de esperar. A vossa sensibilidade é, certamente, responsável por isto e muito mais.
    Se me permitem, gostaria de dar os parabéns aos dois, pela sensibilidade, pelo amor e, sobretudo, por serem FELIZES JUNTOS!!!
    Abraços

    ResponderEliminar
  4. Não conhecia. Gostei muito!:)

    Parabéns aos dois!:)

    Abraço:)

    ResponderEliminar
  5. Parabéns ao menino Zé!!!!
    Beijinh@s a ambos.
    Vemo-nos no Arrail???

    ResponderEliminar
  6. LINDO!

    Muitas FELICIDADES aos dois, e ao Zé Parabéns!!

    Continuem SEMPRE sendo Felizes Juntos!

    Beijos

    ResponderEliminar
  7. Só me restam 2 palavras: muitos parabéns!
    Felicidades é o que vos desejo.

    ResponderEliminar
  8. eu adoro os dois últimos poemas...
    acho que um dia venho buskar o antepenúltimo para por no meu blog

    ResponderEliminar
  9. Muitos Parabéns aos Zé! Adorei o Post, como todos os que partilham connosco! Desde o poema à situação, tudo fantástico! Um grande abraço para os dois.

    ResponderEliminar
  10. O «Poema sobre as estrelas» está qualquer coisa de fantástico!
    Beijo grande

    ResponderEliminar
  11. Belíssimo!

    Muitos, muitos parabéns ao Zé.

    Abraço aos dois.

    ResponderEliminar
  12. Gostei das escolhas.
    Gostei do teu poema.
    Gosto do Zé.
    Parabéns, Zé! :)

    ResponderEliminar
  13. Muitos parabéns (atrasados) ao Zé!
    Ao contrário do que muitas pessoas dizem, os aniversários devem ser muito & bem comemorados! Muitas Felicidades!

    Parabéns também ao Paulo, pela beleza, carinho e amor presentes (mais uma vez) neste post.

    Abraços,

    ResponderEliminar

»» responderemos quando tivermos tempo
[se tivermos tempo] »» se os
comentários de algumas entradas estiverem bloqueados é porque não estamos cá, não há tempo para olhar para o lado, ou essas entradas não têm nada para comentar.

»»
obrigado pela visita!