sábado, 3 de maio de 2008

..:: »minha querida Maria de Lurdes Rodrigues« ::..

Read this doc on Scribd: Minha querida Maria de Lurdes Rodrigues

5 comentários:

  1. Já tinha lido este artigo. Está muito bem escrito e revela uma enorme lucidez.
    Contudo, é chover no molhado!!! A gaja é como aquela carne tão dura, tão dura, que se costuma questionar se não será da parte dos "cornos"!!!

    ResponderEliminar
  2. Lindo texto, e falando da carne da cuja dita, dava para fazer um delicioso (para quem gosta) prato de chanfana...

    ResponderEliminar
  3. Ai! Neste blogue á só "love". Nunca pensei é que fossem tão queriduchos para a Lurdinhas!
    Prontos, agora a sério. Que sejamos sempre lucidos nas nossas posições e opiniões. Este é um bom exemplo.
    Abraço

    ResponderEliminar
  4. Também a educação está a precisar de um maio de 68 :)
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  5. Há lições que se esquecem...

    ResponderEliminar

»» responderemos quando tivermos tempo
[se tivermos tempo] »» se os
comentários de algumas entradas estiverem bloqueados é porque não estamos cá, não há tempo para olhar para o lado, ou essas entradas não têm nada para comentar.

»»
obrigado pela visita!